Tivi São Lourenço, 26 de fevereiro de 2020
Segurança

Polícia Civil prende 14 pessoas por falsificacão de exames toxicológicos no Oeste de SC

Os principais clientes da quadrilha eram caminhoneiros

Por Clic RDC

Atualizado em 20/01/2020 | 08:04:00

A Polícia Civil (PC) de Cunha Porã concluiu a primeira fase da Operação Falso Negativo, que visa investigar a suspeita de vendas de exames toxicológicos fraudados no município. De acordo com informações divulgadas pela PC nesta segunda-feira (20), 14 pessoas foram presas pelo crime de falsidade ideológica.

Ainda segundo a Polícia Civil, o esquema criminoso tinha como principais clientes caminhoneiros que necessitam realizar exames toxicológicos com base na Lei 13.103/2015 – conhecida como “Lei do Motorista”. Ela prevê que motoristas que possuem categoria C, D e E devem realizar exames toxicológicos após a primeira habilitação e nas renovações.

Através de uma investigação, a PC constatou dezenas de motoristas com resultados de exames falsificados. Os laudos eram aprovados pelo laboratório investigado, que também falsificava assinaturas. Duas pessoas que cediam materiais biológicos para a realização dos exames também foram presas.

Os caminhoneiros que foram investigados terão a CNH cassada e deverão passar por um novo processo de habilitação, além de responder pelo crime de falsidade ideológica. O farmacêutico responsável pela coleta teve o registro profissional suspenso junto ao Conselho Regional de Farmácia de Santa Catarina. Já o laboratório que realizava as fraudes foi fechado por determinação judicial. 

NOTÍCIAS RELACIONADAS