Tivi São Lourenço, 13 de novembro de 2019
Social

Mais de 700 pessoas prestigiam palestra com Marcos Piangers promovida pela CDL de São Lourenço do Oeste

Evento teve apoio da Prefeitura Municipal de São Lourenço do Oeste e patrocinadores.

Por CDL São Lourenço

Atualizado em 03/11/2019 | 15:15:00

Com o tema Criatividade e Inovação: Uma espiada no futuro, Marcos Piangers provocou a reflexão e divertiu mais de 700 pessoas na noite da última quinta-feira (31), no Teatro Professor Arno Ignácio Etges, no Centro de Eventos Luiz Henrique da Silveira‎. O evento foi uma realização da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de São Lourenço do Oeste, tendo o apoio da Prefeitura Municipal. 

Fazendo uma relação com a família, Piangers falou dos confrontos de gerações, dos avanços tecnológicos e como isso tudo influencia no dia a dia das pessoas. Compartilhando sua experiência como pai, ele deixou claro que o objetivo de seus livros, vídeos e palestras é ajudar outras pessoas. “Por algum tempo eu neguei isso, mas acabei percebendo que essa é a minha missão” relata.

Citando Steve Jobs, Piangers citou que a inovação é importante, necessária e afeta o dia a dia de todas as pessoas. Contudo, frisou que é preciso dominar e não ser dominado por ela. “Antes de a criança desenvolver as habilidades tecnológicas, ela precisa desenvolver as habilidades humanas”, defende lembrando que infelizmente as crianças vivem um estado robótico e de letargia, muitas vezes influenciados pelos próprios pais. “Estamos construindo uma sociedade menos afetuosa, menos gentil, menos generosa e menos humana”, lamenta ele. 

Voltando ao passado, Piangers disse que via como normal uma criança mexer num smartphone. Hoje, no entanto, após estudos aprofundados e envolvimento com startups, ele defende que a maioria das empresas está comprometida apenas com o lucro e, por isso, não têm compromisso de educação ou consciência social, civil e ecológica. “A coisa mais saudável a ser feita é controlar a tecnologia”, orienta justificando que estudos mostram que o uso precoce de tecnologia, por crianças menores de dois anos, prejudica e atrapalha na cognição, aprendizado, capacidade de vocabulário, interação humana e paciência.

Atribuindo o sucesso do evento ao público que lotou o Centro de Eventos, Beni Roque Negri, presidente da CDL, agradeceu também o apoio da prefeitura municipal e o patrocínio de Jozi Bordados, Bebella e Thui, Posto Colina, Tevere, Sonho meu Decorações, Jota Studio Criativo, Siccob Orginal e Visoli Materiais de Construção. “Com o esforço de todos, conseguimos viabilizar esse grande evento que nos inspira e nos ensina. É uma retribuição a sociedade, entidade e, principalmente aos associados que acreditam diariamente na representatividade da CDL”, finaliza. 

NOTÍCIAS RELACIONADAS