Tivi São Lourenço, 20 de janeiro de 2020
Social

Com foco ambiental, projeto em São Lourenço do Oeste recolhe mais de meia tonelada de tampinhas plásticas

Nadiesca lembra que o projeto vai ter continuidade em 2020.

Por Fundação Hospitalar

Atualizado em 18/12/2019 | 12:10:00

Iniciado em junho de 2018, o projeto Reciclagem Solidária da Classe Hospitalar da Fundação Hospitalar São Lourenço fecha o ano de 2019 com a coleta de 522 quilos de tampinhas de garrafas plásticas. O volume, que garantiu 146 litros de leite para a entidade hospitalar, foi arrecado entre dezembro de 2018 e dezembro de 2019. Na semana passada, junto com Rotary Clube, foi feita a comercialização de 220 quilos tampinhas. 

“Parece ser pouco, mas não é. Isso representa muito, pois o objetivo principal não é a quantidade de tampinhas arrecadas, mas sim a conscientização das crianças e da sociedade sobre a importância da reciclagem”, disse a professora da Classe Hospitalar e coordenadora do projeto, Nadiesca Aparecida Gonçalves Limberger. Segundo ela, o projeto está ganhando corpo e envolve toda a região. 

Fora esse trabalho que é feito junto à sociedade e entidades parceiras, Nadiesca frisa que o tema reciclagem é amplamente tratado dentro da Classe Hospitalar, com crianças que estão internadas em tratamento. “É gratificante ver que o projeto está alcançando toda a região, engajando a comunidade e, principalmente as crianças. Plantamos uma semente, mas já é possível ver alguns resultados”, garante. 

A professora espera que em médio e longo prazo esse volume de tampinha diminua, não pela falta de envolvimento da sociedade, mas pela conscientização e a criação de uma cultura de reutilização.

Nadiesca lembra que o projeto vai ter continuidade em 2020. Segundo ela, há empresas e entidades parceiras nos municípios da região, mas a entrega pode ser feita diretamente na Fundação Hospitalar, onde todo o material é selecionado e convertido caixas de leite. “Não temos uma data específica para coleta. Por isso, a entrega das tampinhas pode ser feita todos os dias”, disse frisando que o projeto também contempla a coleta de lacres de alumínio – aqueles das latas de bebidas. 

 

NOTÍCIAS RELACIONADAS