• Leia mais notícias de ESPORTES
Campeã em 2016, Chape estreia na Sul-Americana 2019 contra debutante em torneios internacionais
Adicionada: 05/02/2019
 



Com desfalques, Verdão visita o Unión La Calera, no Chile



A Chapecoense inicia nesta terça-feira (05) a participação em mais uma competição internacional em sua história. No Chile, o clube do Oeste catarinense estreia na Copa Sul-Americana 2019, diante do Unión La Calera, debutante em torneios continentais. A partida das 21h30, no estádio Nicolás Chahuán Nazar, na cidade de La Calera, a 115 quilômetros da capital Santiago, é a primeira da equipe verde-branca em território chileno.

 

O zagueiro e capitão da Chape, Douglas, vai disputar pela terceira vez a Copa Sul-Americana e afirma saber da responsabilidade do elenco. "É um campeonato que o clube e a torcida têm um sentimento especial. Nós jogadores nos sentimos orgulhosos em poder representar a Chapecoense em um torneio tão importante como esse. Todos estão envolvidos e sabem da responsabilidade que temos ao jogar esse torneio”, comentou o defensor.

 

Para o atleta, que chegou a Chapecó no segundo semestre de 2017, o jogo promete ser diferente dos demais. "Será uma partida totalmente diferente das quais já jogamos. Campo sintético, adversário pouco conhecido para nós, porém de qualidade e que vai querer usar o fato de jogar em casa ao seu favor. Temos que ter atenção a todos o detalhes para fazer um bom jogo e levar um bom resultado" disse.

 

A identificação da cidade e do povo chapecoense com a Sul-Americana é enorme e, para Douglas, representar os torcedores è honrar um legado deve ser combustível para todos no clube. "O nosso torcedor pode ter a certeza de que este grupo vai fazer de tudo para representar a Chapecoense da melhor forma possível”, afirmou.

 

 

Desfalques

 

A Chapecoense fez o último treino antes da partida nesta segunda (4), no estádio La Florida, do Audax Italiano, em Santiago. A delegação segue a La Calera à tarde. O lateral direito Eduardo, suspenso, o volante Amaral e o atacante Victor Andrade, lesionados, são os titulares fora do duelo. Por lesão, também desfalcam o Verdão Luiz Otávio, Bruno Silva e Aylon, que ainda não estreou. É possível o técnico Claudinei Oliveira mudar o esquema do 4-3-3 para o 4-4-2. O confronto da volta será no dia 19, em Chapecó.

 


Histórico no torneio

 

O Verdão encara a Copa Sul-Americana pela quarta vez. Em 2015, chegou às quartas de final e deu um calorão no River Plate, da Argentina, vencendo na Arena Condá, mas sendo eliminado no placar agregado. Em 2016, surpreendeu a América do Sul ao se classificar à final, mas teve o sonho do título em campo abreviado pela tragédia na Colômbia – acabou declarado campeão a pedido do próprio adversário, o Atlético Nacional. Em 2017, parou na segunda fase. Nesse ano e em 2018, também jogou a Libertadores.

 

 

Adversário

 

Se a Chape já disputou seis jogos oficiais em 2019 pelo Catarinense, o Unión La Calera fará a sua estreia valendo pontos nesta temporada. O Campeonato Chileno começa apenas na segunda quinzena deste mês. Para compensar a falta de ritmo, o time “cementero” realizou sete amistosos, o principal dele contra o Coquimbo Unido, que também integra a primeira divisão do Chile. Houve empate por 2 a 2. O técnico argentino Francisco Meneghini, 31 anos, priorizou os treinos com portões fechados. A única dúvida do treinador é no ataque, entre Isnaldo e Bou, que defendeu o Vitória em 2018. Outro jogador que passou pelo Brasil é o zagueiro Vilches, ex-Athletico/PR.

 

 

Ameaça de bomba

 

Recentemente, a diretoria do Unión La Calera mudou o escudo do clube. A alteração desagradou tanto os torcedores da equipe chilena que um cartaz em tom de ultimato foi colado em um dos portões do estádio Nicolás Chahuán Nazar, no último domingo (3). No aviso, torcedores ameaçam jogar uma bomba no local se o símbolo não voltar ao modelo tradicional. Eles pedem também a suspensão da partida se não houver a troca. A polícia chilena foi ao palco do confronto para investir a situação. A direção “cementera” não se manifestou. A Chapecoense viajou normalmente para o Chile. A Conmebol não cogita suspender o jogo.



Fonte: Diário do Iguaçu | Foto: Chapecoense
 

Versão para impressãoVersão para impressão
 


-----...*As opiniões expressas nos comentários não condizem, necessariamente, com a opinião do grupo editorial do "Portal TiviNet" e estes são de responsabilidade de seus idealizadores.