• Leia mais notícias de MEU PET
Menino faz carrinho para gata andar novamente e viraliza na internet
Adicionada: 17/01/2019
 



Com um brinquedo de um amigo e tecidos, João ajudou a gatinha



 

A ideia de uma criança de nove anos emocionou usuários da internet na última quarta-feira (9). Morador de Andirá, no Paraná, João ficou triste ao ir na casa do seu vizinho e ver uma gatinha que não conseguia andar. Ela havia perdido o movimento das patas traseiras após ser mordida por um lagarto. “Ele ficou muito chateado ao ver que os outros gatinhos podiam andar e brincar, e a gata não” conta a mãe, Rogéria Corazza.

 

A cena fez com que João sentisse que precisava ajudar de alguma forma. Com isso, teve várias ideias até encontrar a solução: criar uma “cadeira de rodas” para ela. Porém, não tinha nenhum carrinho de brinquedo que fosse do tamanho da gata. Pediu para alguns amigos, até encontrar um que coubesse perfeitamente. A preocupação era tão grande, que até procurou a mãe para ajudá-lo a colocar tecidos no carrinho para que a gata não se machucasse.

 

Quando ficou pronto, João foi buscar a Cacau – apelido que ele deu para a gatinha – e testar se o “equipamento” funcionava. Rogéria disse que quase chorou ao ver a cena. Não só funcionava, como em poucos minutos ela já estava andando. 

 

“Os donos ficaram muito felizes com a atitude e a filha deles muito emocionada.” Disse a mãe.

 

Rogéria gravou um vídeo do momento com o objetivo de enviar para uma amiga que é protetora de animais. Encaminhou, também, para alguns familiares e, depois disso, o filho mais velho sugeriu que ela postasse a boa ação no Facebook. Rapidamente a publicação viralizou e muitos internautas comentaram sobre a atitude do menino. “Tão pequeno e de uma grandeza de coração gigante!”, escreveu um usuário.  “Se todos fossem como você, o mundo seria bem melhor”, escreveu outro.

 



Fonte: Clic RDC | Foto: Rogéria Corazza
 

Versão para impressãoVersão para impressão
 


-----...*As opiniões expressas nos comentários não condizem, necessariamente, com a opinião do grupo editorial do "Portal TiviNet" e estes são de responsabilidade de seus idealizadores.